ouvir na barriga da mãe

(imagem retirada da net)

“O equipamento que permite ao seu futuro bebé pôr-se à escuta do mundo encontra-se bem desenvolvido na altura em que chegar ao seu segundo trimestre de gravidez (…) por volta da décima oitava à vigésima semana de vida fetal, o seu bebé ouve e reage a sons do seu meio ambiente (…) O ritmo cardíaco da Mãe e o seu aparelho digestivo proporcionam um ruído de fundo constante, juntamente com o pulsar do afluxo sanguíneo que circula pelos seus próprios vasos.

O ritmo e o tom das vozes humanas são claramente perceptíveis no útero (…) Para o seu bebé , a sua voz é a mais facilmente identificável. Ao contrário dos sons exteriores, abafados até certo ponto, a voz da Mãe está ligeiramente amplificada. Se estiver a cantar, o som produzido no seu útero poderá atingir mais de 80 decibéis, o que é tão alto como o toque de um telefone ou o ruído de um aspirador. O seu feto ouve a sua voz tanto como um som aéreo, como sob a forma de vibrações que se deslocam directamente através dos seus órgãos, tecidos e ossos. Um bebé familiariza-se com a voz da mãe muito antes de sair do seu ventre.

Um bebé aprende a associar sons no útero a sensações de conforto ou de desconforto. O estado emocional da mãe é comunicado ao feto através das moléculas que ele segrega. Se a mãe estiver a participar numa conversa terna, afectiva ou a ouvir música agradável, o cérebro dela desencadeia a libertação de substâncias químicas que reflectem o seu estado de acalmia e de conforto. Estes mensageiros químicos percorrem os sistemas circulatórios materno e fetal, agora ligados pelo cordão umbilical, juntando os sentimentos do bebé aos da Mãe (…)

Encorajamo-la simplesmente a estar consciente de que o ser que transporta consigo está a escutar a sua vida. Sempre que possível, exponha-se a música agradável e não a sons tóxicos, ciente de que a experiência que está a ter está simultaneamente a ser vivida pelo seu futuro bebé.”

 

~ in Corpo, Mente e Espírito na gravidez e no parto, de Deepak Chopra

 

Anúncios

One thought on “ouvir na barriga da mãe

  1. Este livro foi-me oferecido pela minha querida Amiga e colega Vera Martins, estava eu grávida de 5 meses, nesta 2ª gravidez. Li-o num ápice, gostei bastante, mas já li outros de que gostei mais.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s