Ana da minha infância

Cresci com a companhia da Ana dos Cabelos Ruivos. De todos os desenhos animados, é deste que guardo as melhores memórias. A Ana era a irmã que nunca tive, a minha melhor amiga.

“Uma menina de 11 anos com cabelos ruivos, sardas e uma mente tão imaginativa quanto um cientista em busca de conhecimento chega a uma terra onde as tardes são calmas, os pores do sol, alaranjados, as florestas, aconchegantes e os rios correm no ritmo suave do povoado. Sua boca é uma matraca e seus sonhos são maiores que moinhos de vento. Anne vai crescendo… e crescendo… e de patinho feio revela-se um elegante e atento cisne, pronto para abrir suas asas e voar para além das veredas. Mas a vida é feita de artimanhas, e a nossa garotinha adotada pelos irmãos Marilla e Matthew tem algumas cercas para pular, sem jamais deixar seus sonhos desvanecerem, como algumas criaturas os deixam…” via Wikipédia

Agora, já na casa dos 30 e com um bebé a caminho, descubro a versão filme…

Anúncios

3 thoughts on “Ana da minha infância

  1. Virgínia, também existe o livro, publicado em 1908… O filme é de 1985. Gostava de apanhar ambos nas minhas mãos! 🙂

    Jardim de Algodão, também tenho a mesma sensação em relação aos desenhos animados de agora… Pode ser que algum me surpreenda, senão hei-de recorrer aos mais antigos! 🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s