Shantala

 

Assemelha-se a um balde e é indicada para bebés, desde o seu nascimento até um ano de idade. Quanto a mim, a banheira Shantala é forma mais prática e segura de dar banho a um bebé, por variadas razões:

– simula o ventre materno, logo o bebé sente-se seguro, aconchegado. É frequente pararem de chorar uma vez lá colocados, como podem ver no vídeo (o contrário acontece com as banheiras mais comuns – é frequente o bebé chorar, com medo do banho… sente-se desprotegido);

– é ecológica – na verdade, é preciso pouca água, sendo que é o corpo do bebé que faz a água subir;

– ajuda a acalmar os bebés mais agitados, facilitando o sono;

– alivia as cólicas;

– arruma-se em qualquer lado (e sei que as mães apreciam muito este factor práctico da questão);

– o preço é muito em conta.

E depois, claro… basta verem a reacção amorosa dos bebés para perceber que funciona…

Há várias cores disponíveis – a nossa foi comprada na Mamã Natura.

nesting

(imagem retirada daqui)

Enquanto me pergunto se dou continuidade a este blog ou não – há blogs que o fazem tão melhor que eu, como aqui ou aqui – a mim só me apetece mesmo é fazer o ninho. Mais do que uma necessidade práctica, é um recolhimento quase obrigatório que muito aprecio. As distracções são muitas, as listas de afazeres não acabam e o tempo continua a correr, desinteressadamente, muito cheio de si, com um ego tão grande que não espera por ninguém…

 
Sou levada a pensar como gerir tantas mudanças que se aproximam, como me organizo física e mentalmente para ter tudo preparado a tempo… e depois como encaixo tudo isso na minha necessidade de aproveitar simplesmente estes últimos tempos, de relaxar e apenas sentir a vida que pontapeia dentro de mim. Vou ter tantas saudades…

 

Será que o ninho que uma mãe começa a fazer durante a gravidez, pouco a pouco ou de uma assentada só, na realidade não se finaliza nunca? Talvez sejam ninhos que se constróiem com o próprio tempo, aproveitando uma rajada de vento aqui e ali para acrescentar pedaços, renovar, investir… É um trabalho de paciência que talvez nem todo o tempo do mundo ajude a concretizar!

neutros

Ando virada para os neutros. Ora digam-me lá se não ficam sempre bem com a pele preciosa de um bebé?

As imagens foram todas retiradas da net mas não sei a fonte… É o que dá armazenar pastas e pastas de imagens inspiradoras no computador…

One Love

Queria aqui escrever sobre ecologia mas os meus dias têm sido repletos de afazeres e emoções, desconfio que a minha cabeça navega por outros mares “nunca dantes navegados”. A única coisa que consigo aqui fazer são declarações de amor públicas ao duende que cresce feliz dentro de mim.