Educação Intuitiva :: partilhar o sono

(pintura de Klimt)

A Educação Intuitiva defende a partilha do sono entre pais e bebés. Prática usada em muitas culturas, a proximidade entre o bebé e o seu porto seguro proporciona uma melhor noite de sono a toda a família. Investigações recentes demonstram que o risco de SMSI (Síndrome de morte súbita infantil) é reduzido para o bebé nestes casos. Eis a informação que encontrei acerca disto:

“A partilha segura da cama requer:

– não fumar junto do bebé;

– não consumir drogas ou álcool;

– um colchão firme sem roupas de cama fofas nem animais de peluche;

– utilizar medidas de segurança, tais como protecções na cama ou a colocação do bebé num local seguro na cama da família;

– evitar espaços de qualquer tipo, por exemplo, entre o colchão e a estrutura da cama ou guias laterais que podem facilmente deslizar para fora do colchão;

– nunca deixar o bebé numa cama de adulto sem supervisão;

– nunca colocar o bebé a dormir num sofá ou cadeira.

 

Vantagens para o bebé:

– estudos indicam que as culturas em que os pais dormem com os bebés têm uma incidência reduzida de síndrome de morte súbita infantil (SMSI);

– existem mais períodos de sono leve benéficos para criar um ritmo cardíaco estável e padrões respiratórios estáveis;

– a amamentação é mais bem estabelecida através de mamadas frequentes, que são facilitadas através da partilha da cama;

– os bebés sentem-se quentes e seguros, por isso choram menos.

 

Vantagens para os pais:

– mais sono;

– melhora a duração e quantidade das mamadas;

– a mãe preocupa-se menos com o seu bebé;

– os pais desenvolvem uma ligação mais estreita com o bebé.”

 

Educação Intuitiva :: babywearing

(‘Close to my Heart’, de Nicki Macrae)

Transportar o bebé ao colo. Que maravilha, podermos passar nove meses com ele no ventre e depois não termos que nos “desligar” deste laço umbilical que sabemos que dura para sempre…!

Pessoalmente, é um dos aspectos da maternidade pelo qual mais anseio – poder andar com o meu bebé tal como uma mãe canguru. Já tenho em vista alguns modelos de slings e desconfio que até se podem transformar num belo acessório de moda!

Aqui fica um texto que encontrei sobre transportar o bebé ao colo e o contacto afectivo:

“Transportar o bebé pegando-o ao colo ou utilizando porta-bebés de materiais suaves que mantém o seu bebé próximo, satisfaz as necessidades do bebé quanto a contacto físico, segurança, estimulação e movimento, que promovem o óptimo desenvolvimento do cérebro. Os bebés a quem é dado muito colo choram menos. O contacto afectivo através da massagem do bebé é uma outra forma excelente de acalmar o bebé e promover o seu desenvolvimento.

– dar colo o bebé ajuda a satisfazer as necessidades do bebé de proximidade, contacto e afecto;

– dar colo ao bebé promove e reforça a ligação emocional dos pais com o bebé;

– o movimento que resulta naturalmente de transportar o bebé ao colo estimula o seu desenvolvimento neurológico;

– os bebés choram menos quando transportados ao colo;

– pegar no bebé ao colo ajuda a regular a sua temperatura e ritmo cardíaco;

– o bebé sente-se mais seguro;

– transportar o bebé ao colo facilita as saídas e viagens.

Os bebés que recebem contacto afectivo através da massagem, colo e outras formas de contacto físico afectuoso, ganham peso mais rapidamente, são mais calmos a têm um melhor desenvolvimento intelectual e motor.”

 

Educação Intuitiva :: amamentação

(imagem retirada da net)

A amamentação é o melhor seguro de saúde que podemos dar ao nosso bebé. Satisfaz todas as suas necessidades a nível de nutrição e imunidade. Para além do contacto físico, essencial tanto para o bebé como para a mãe.

 

“Vantagens para a mãe e família:

– poupa dinheiro – o suficiente durante um ano para comprar um grande electrodoméstico;

– poupa tempo – não há leite para preparar ou biberões para levar;

– práctico em casa e em viagens;

– activa hormonas maternas que promovem comportamentos de ligação e acalmam a mãe;

– ajuda a mãe a descansar mais;

– ajuda a proteger a mãe contra o cancro da mama.

 

Vantagens para o bebé:

– concebido biologicamente para o bebé humano, contém os nutrientes necessários e na quantidade adequada; é de fácil digestão;

– confere imunidade a certas doenças e viroses;

– protege contra alguns tipos de cancro, de acordo com as mais recentes investigações;

– mantém o bebé próximo da mãe e oferece conforto;

– ajuda a fortalecer os maxilares, olhos e a formação dos dentes;

– menos probabilidade de desenvolvimento de alergias.

Evite reger-se pelo relógio ou calendário. Siga as pistas do seu bebé em vez do relógio ou calendário.

O desmame é um processo mútuo, determinado pela preparação do bebé e da mãe (“Desmame ou cooperação”). O código da Organização Mundial de Saúde (O.M.S.) recomenda a amamentação até aos dois anos de idade, no mínimo.”

Para apoio e esclarecimento de dúvidas em relação à amamentação, têm a La Leche League Portugal.

 



Educação Intuitiva :: reacção emocional

(imagem retirada da net)

Como já vimos anteriormente, preparar a gravidez e zelar por ter uma alimentação saudável, são passos importantes na caminhada da maternidade. Sempre que possível, a mulher deve preparar-se física e mentalmente antes de conceber uma criança. Quanto mais informada estiver acerca das suas opções, melhor poderá decidir o que é melhor para si e para o seu bebé. Para isso, a leitura e aulas de preparação para o parto e amamentação poderão ser uma boa ajuda, por exemplo.

Quando descobri, há uns tempos atrás, a educação intuitiva percebi que era o caminho que queria seguir como mãe. Trata-se de acreditar nos meus instintos e não seguir o que está pré-estabelecido pelos “especialistas” da área… Porque desde os tempos mais remotos, as mulheres transportavam os seus bebés, amamentavam-nos e dormiam com eles para melhor os proteger… Porque milhares de mulheres antes de mim fizeram-no impelidas pelo nosso instinto animal … Porque a ciência evolui imenso mas, a nível de humanidade, está a afastar-se cada vez mais da essência…

Eis o que encontrei sobre a reacção emocional da mãe perante o seu bebé:

“Compreender e responder de forma sensível às necessidades emocionais do seu bebé é a pedra basilar da Educação Intuitiva. Lembre-se de que chorar é a forma do seu bebé lhe dizer que está perturbado. Criar um laço ou ligação forte com o seu bebé é mais do que simplesmente cuidar das necessidades físicas do bebé; inclui também passar tempo agradável interagindo com o seu bebé ou crianças diariamente. O processo de ligação é consideravelmente potenciado quando os pais iniciam a brincadeira e interacções animadas. Não tenha receio de se apaixonar pelo seu bebé.

As origens e motivos comuns para o coro incluem fome, cansaço, desconforto e solidão. Outros motivos para  choro são:

– stress devido a excesso de estimulação;

– sentir o stress da mãe;

– necessidade de que lhe peguem ao colo ou o deitem;

– necessidade de contacto pele contra pele para se sentir seguro;

– gases ou cólicas;

– “muito necessitado” é o termo utilizado para descrever o temperamento dos bebés que estão frequentemente irrequietos. Estes bebés podem necessitar de muito contacto físico próximo, movimento ou a atenção afectuosa. Podem também ser sensíveis a um certo alimento sólido ou alimentos ingeridos pela mãe.”